ESTRATÉGIA E GESTÃO

Em 2021, a gestão lean foi indispensável; será ainda mais em 2022

Flávio Augusto Picchi
Em 2021, a gestão lean foi indispensável; será ainda mais em 2022
Se neste ano que agora acaba o sistema lean foi fundamental, no próximo a aplicação cada vez mais avançada será uma alavanca para empresas alcançarem e sustentarem patamares mais elevados num período ainda de incertezas e desafios.

O ano que está acabando teve uma multiplicidade de significados e sentimentos.

Iniciou com grande otimismo, com a perspectiva das vacinas, mas ao longo do período, percebeu-se que os impactos da pandemia iam continuar ainda fortes. No entanto, sem dúvida, foi um ano de retomada para a maioria dos setores.

Do ponto de vista da comunidade lean, composta por pessoas como você, que provavelmente vivencia a aplicação do conceito em sua empresa, pudemos observar com orgulho o quanto a aplicação prática da mentalidade enxuta foi e continua sendo fundamental para o sucesso das companhias.

Em 2020, vimos algumas organizações que acabaram desestruturando os esforços na aplicação do lean ao tentarem sobreviver na pandemia. Outras tiveram a clareza de, pelo contrário, usar o lean como saída para as dificuldades, inovando e otimizando as formas de atender os clientes num novo cenário.

Se em 2020 tivemos essas duas situações, em 2021 minha percepção é que, com os ventos da retomada, a maioria das empresas não teve dúvida de que o lean é indispensável para consolidar e sustentar novas formas de atuação. E com isso a retomada da transformação ocorreu em muitas companhias, inclusive de maneira mais acelerada e profunda.

Uma amostra disso foi o evento Lean Global Connection, realizado pela nossa rede de institutos, a Lean Global Network (LGN), no qual, durante 24h, mais de 100 especialistas de mais de 30 países apresentaram casos de aplicação em organizações de todos os setores.

A força da gestão lean ficou evidente ao apoiar as empresas em muitas dimensões: no combate à própria pandemia nas organizações de saúde, inovando negócios e produtos, acelerando a transformação lean digital, reorganizando cadeias de suprimento com a lógica enxuta, racionalizando processos e entregando mais valor em manufatura, serviços, construção, agronegócio e em tantos outros setores.

Certamente você tem seus próprios exemplos de avanços que a mentalidade enxuta trouxe em 2021 e de como isso precisa se incorporar ainda mais aos processos de gestão e cultura das organizações.

Deixo aqui a saudação e desejos de um excelente ano, em nome do Lean Institute Brasil (LIB), a cada pensador lean, a cada agente de mudança que estimula os colegas e a empresa de maneira coletiva a questionar e a mudar radicalmente as formas como proporciona experiências aos clientes.

Parabéns por tudo o que vocês construíram com as respectivas equipes de trabalho, reinventando negócios, produtos e processos, ajudando as empresas e todos – clientes, fornecedores e a sociedade em geral – a superar as dificuldades da pandemia e a dar a volta por cima, não só sobrevivendo, mas se tornando mais forte e resiliente nos cenários mais adversos.

A continuidade do fortalecimento dessa capacidade organizacional de aprendizado e solução rápida de problemas continuará sendo um elemento chave e indispensável para as empresas que queiram consolidar em 2022 uma nova forma de trabalhar, mais competitiva, sustentável e socialmente responsável.

E para isso, sua companhia precisará, mais do que nunca, dos seus aprendizados e ensinamentos sobre como colocar o lean em prática, transformando os negócios e encantando os clientes.

Desejamos um bom Natal e um 2022 de muitas superações a toda a comunidade lean.

Publicado em 20/12/2021

Autor

Flávio Augusto Picchi
Presidente do Lean Institute Brasil.

Leia também