SAÚDE

Saúde lean em todo o mundo

Flávio Battaglia
Saúde lean em todo o mundo
Com o Lean Glogal Connection (LGC) chegando daqui alguns dias, aprendemos mais sobre a Iniciativa de Saúde Lean.

Planet Lean: O que é a Iniciativa de Saúde Lean (Lean Healthcare Initiative) e em que foco está o seu trabalho?

Flávio Battaglia: Em 2015, a Rede Global Lean criou uma iniciativa de saúde para tentar compilar nosso conhecimento sobre saúde lean e melhorar a forma como apoiamos a indústria. Começamos a trabalhar juntos tanto remota quanto fisicamente, visitando o gemba uns dos outros várias vezes. Percebemos que, no ritmo atual, a transformação de todo o setor da saúde levaria mais de um século, então começamos a buscar os principais fatores de sucesso que poderiam ajudar as organizações a acelerar e sustentar suas transformações lean. Estudamos vários casos, fizemos comparações e, por fim, chegamos a cinco elementos que descobrimos serem comuns a todas essas experiências. Com essas cinco diretrizes, acreditamos que as transformações lean na área da saúde podem ser mais rápidas e fáceis de sustentar.

PL: Quais são os cinco princípios?

FB: O primeiro – “Não espere pelo CEO” – diz respeito à necessidade de não depender de líderes de alto nível para iniciar a mudança ou mantê-la em andamento.

O segundo – “Qual é o seu próximo passo e por quê?” – trata de analisar sua próxima etapa na transformação, geralmente abordando uma questão comercial urgente. De forma mais geral, o segundo princípio fala sobre a necessidade de estar sempre de olho no futuro: qual é a próxima etapa do processo? Do que o paciente precisa a seguir?

O terceiro princípio – “Assuma responsabilidade pelo problema” – incentiva os gerentes de área e o pessoal da linha de frente a realmente reconhecer o problema que identificaram e assumir a responsabilidade por sua solução. O lean é um esporte em equipe! Em outras palavras, isso cria um senso de responsabilidade.

O quarto princípio – “O conhecimento certo para as pessoas certas na hora certa” – nos lembra de que o treinamento abrangente não é uma solução para suas necessidades de desenvolvimento de pessoas. É importante não darmos às pessoas tantas informações a ponto de deixá-las sobrecarregadas.

O quinto princípio – polinização cruzada – se refere à importante ideia de yokoten (ou compartilhamento de conhecimento) e explica como isso pode ser poderoso em uma transformação lean.

Nós, da Iniciativa de Saúde Lean (LHI), interiorizamos esses princípios e estamos usando-os ativamente em nossas atividades de coaching. As organizações de saúde estão igualmente entusiasmadas: todas as vezes que os mostramos, elas nos dizem que se veem refletidas neles.

PL: Qual é a contribuição da LHI para a próxima Lean Global Connection?

FB: Para nossa apresentação no palco principal, vamos explorar cada um dos cinco princípios a fundo. Teremos cinco coaches de nossa equipe (eu, Alice Lee, Oriol Cuatrecasas, Denise Bennett e Vyacheslav Boltrukevich) e cinco praticantes (Carlos Frederico Pinto, Javier Sala, Olga Farré, David Plunkett e Kiame Mahaniah), representando seis países. Cada princípio será discutido por dois praticantes.

Também estamos organizando algumas apresentações premium. Teremos o Dr. Fred discutindo a cadeia de valor estendida para pacientes com câncer que ele aplica no município de São José dos Campos. Outra apresentação se concentrará em um programa nacional lean para departamentos de emergência brasileiros, e em uma terceira, o Dr. Fred e a IHI compartilharão sua experiência no desenvolvimento de um programa de liderança para reduzir infecções em UTIs usando o TWI. Também teremos casos da Argentina, da Holanda, da Turquia, da China e da Espanha. Vai ser um grande evento!

PL: Como fazer parte da Rede Global Lean (LGN) fez de você um coach lean melhor?

FB: O que nos une na LGN é nosso senso comum de propósito, tanto como indivíduos quanto como institutos. É o nosso DNA. Eventos como a LGC nos ajudam a nos conhecermos melhor. Ao longo dos anos, descobrimos que é extremamente útil aprender uns com os outros e crescemos muito analisando nossas diferentes perspectivas. Embora muitas vezes tenhamos diferentes formas de trabalhar, na LGN somos mais semelhantes do que pensamos. É nosso senso de propósito que nos une. A missão de disseminar o pensamento e a prática lean está em nosso DNA.



Publicado em 25/11/2021

Autor

Flávio Battaglia
Diretor do Lean Institute Brasil e coordenador da Iniciativa de Saúde Lean.
Planet Lean - The Lean Global Networdk Journal